quinta-feira, 27 de maio de 2010

{Vivendo} Tá todo mundo casando!

Eu não, alias falta o principal, o noivo. Não que eu queira casar.




O fato é que as pessoas estão casando muito. Fato constatado por mim pela terceira vez esse ano. Como muitos não sabem, eu costumo fazer eventos em feiras de noiva pra conseguir uma graninha extra e alimentar meu vicio literário. (Só esse mês foram Ela foi até o fim, Aprendendo a Seduzir, A rosa do inverno, Alguém para amar e Runaway).
Nesses eventos ou feira de noivas, que a minha amiga Ariani me indicou, eu costumo ficar no stand de vestidos de noiva, mostrando as maravilhas que podem ser eles (os vestidos), por isso posso dizer que entendo de vestidos de noiva, depois de convencer tantas noivas a comprá-los, no fim acho que meu talento é o marketing e não a economia. Afinal de contas branco nem esta tão na moda assim, o negocio agora é o off-write.



O primeiro evento que eu fui não tinha pensado que o número de pessoas se casando era tão grande. Hoje estou no terceiro, não me considero uma especialista, mas já consegui ver a idéia. Sempre achei que ultimamente as pessoas andavam se divorciando mais. Mas segundo as pesquisas o mercado de casamento é um dos que mais cresce.

As feiras são dignas de casamentos suntuosos, como aqueles que passam no “Casamentos suntuosos” do Discovery Home and Health. Coisas Maravilhosas, buffets espetaculares, lugares lindos, vestidos carerrimos e assim por diante.

Na hora do “viveram felizes para sempre” não há economia, as pessoas gastam aquilo que elas têm e o que não tem. Passam no mínimo dois anos planejando o casamento. Pelo menos isso é o que eu vi nas inúmeras revistas de noiva que eu ganhei, que mostra como planejar o casamento desde o pedido oficial até o grande dia, o que segundo a revista da mais ou menos dois anos. Não sei quantos noivados duram tanto tempo.




Eu vi gente nova e velha que vai casar, bonita e feia... Eu vi todos os tipos de pessoas. Desde os frescos aos mais simpáticos.
Noivas, principalmente, que tinham os olhinhos brilhando de excitação ao olhar os vestidos de noiva, álbuns e sonhando acordada pelo futuro grande casamento. Noivos atenciosos que sempre estão juntos com as noivas pra cima e pra baixo e também noivos que fazem cara de “eu queria estar em qualquer outro lugar”. Mães e sogras que metem o dedo em tudo, inclusive e principalmente no vestido da noiva.

Aliás, há tanta coisa pra se olhar que se eu fosse a noiva teria ficado louca na certa. Já descobri que o negocio é contratar um assessoria, assim você não se estressa com Buffet, convites, lembranças e assim por diante.

. Depois de fazer esses eventos eu já me peguei pensando se um dia eu irei casar e se casasse como seria isso. Impossível não pensar isso depois de passar dias vendo noivas e noivos, comendo muitos bem-casado (cada um melhor que o outro, e os doces então, são o céu!) e vendo álbuns de fotografia de casamentos maravilhosos. O fato é que eu acho que já me tornei muito exigente. Se não for o que eu quero, é melhor não ser nada.

Mas a pergunta que me resta é: Esses casamentos duram? Talvez sim, talvez não. Assim como muitas coisas na vida é um risco que se assume. Pode ser que seja só um desperdício de dinheiro, ou a realização de um sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!

Deixe sua opinião sobre meu texto!

E obrigada por passar aqui!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...